Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

25
Ago20

O aqui e o agora...

kamini

Sinto que parei...todos paramos.

Vivemos com medo de viver, medo de sair do entorpecimento que se apoderou de nós.

Aos poucos, voltamos às rotinas anteriores e percebemos,  mesmo com novas rotinas e cuidados pelo meio, que sabe bem! 

O teletrabalho foi uma boa opção, é verdade! Mas estava a dar em doida...trabalho, casa, filhos e marido, tudo no mesmo espaço...

Conseguimos voltar ao local de trabalho e apreciar o chão de madeira. Sentir o cheiro a cera e sorrir...e ignorar o edificio a suplicar por obras! 

Aprendemos a valorizar as pequenas coisas. O aqui e o agora...

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D