Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

26
Ago20

E isso é bom...

kamini

No início de  2016, reduzi, quase na totalidade o consumo de carne. Apenas carnes brancas, ocasionalmente, em pouca quantidade. Mantive o peixe, ovos e derivados. Nunca gostei de leite. Cada vez me sentia melhor, embora fosse olhada como um E.T..

Entretanto...fiquei grávida! Não foi planeado. Sentia-me bem. Mas, mais à frente...ai a idade, a bebé é pequenina, não te alimentas bem...falta a carne...e fui voltando à alimentação anterior! Nunca consegui voltar a comer as carnes vermelhas como outrora, não me sabiam bem.

A minha menina nasceu pequenina e com problemas, sim. Mas, não foi devido à minha alimentação.

Voltei a reduzir o consumo de carnes, com plena consciência das mudanças que iria sentir. 

Este mês, tomei uma decisão. Radical.

Acabou a carne, o peixe, os ovos, laticínios e derivados...reforçou-se os grãos, sementes, leguminosas e bebidas vegetais.

Não é fácil. E não estou a falar da falta dos alimentos. A tentação e provocação estão por todo o lado. Não é difícil dares por ti a pegar em alguma coisa "proibida", ou até a oferecerem-ta conscientemente e tu instintivamente e inocentemente a agarrares...

Não sinto a falta da carne, do peixe e do leite. Mas, senti a falta do queijo (que já substituí). Ainda sinto a falta dos ovos...são difíceis de substituir. Aceito sugestões...

Estou focada e motivada. A aprender, a conhecer novos alimentos e combinações. Sinto-me bem, muito bem. Perdi volume, sinto-me leve, com mais energia. E isso é bom...

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    kamini 26.08.2020

    Muito Obrigada! Igualmente
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Blogs Portugal

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub