Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

24
Abr19

Depois dizem que não gostamos de conviver...

kamini

Época da Páscoa, a família de longe junta-se. Reuniões familiares. O convívio, passeios, almoços e jantares. Até aqui, tudo normal.

O que, para mim, não é normal é...haver quem ache que, por estar com outras pessoas, não precisa de cuidar dos filhos! Os tios, os primos e os avós que os controlem!

Enquanto a pequena não nasceu, os irmãos já não davam muita preocupação, confesso que não me incomodava  andar de olho neles... Mas será que ninguém reparou que agora temos outras prioridades?! Assim, do género...cuidar da minha filha de dois anos. Que ainda por cima requer alguns cuidados acrescidos! A miúda está finalmente a desenvolver-se, há cuidados a ter para que assim continue! Tem tempo de apanhar a bicharada que tiver que apanhar, não somos obcecados! Mas dispensamos mãos e objetos com ranhoca e outras cenas a aterrar no prato da miúda...dizemos calmamente à criança para se afastar um bocadinho enquanto estamos a dar comida à prima. Sugerimos que vá lavar as mãos, etc,...Principalmente depois de saber que o miúdo anda com lombrigas! Os pais, fazem-se de surdos, continuam refastelados a "conviver" com a comida e a bebida! Porque, afinal nós não conseguimos conviver. Passamos o tempo a tentar proteger a nossa filha dos disparates. A tentar controlar os filhos dos outros e a cuidar deles. Nós gostamos deles, eles não têm culpa!

Ainda me apercebo que nos acham a nós "esquisitos". Devemos ser, nunca deixámos de cuidar dos nossos filhos em prol da diversão e do "convívio".

Se nos acham demasiado protetores com a pequena, claro que sim! Só nós sabemos o que passamos. Cada um faz o melhor que sabe e acha correto...Não lhes cabe a eles julgar, só deveriam tentar respeitar. E se não for pedir demasiado...de vez em quando, cuidar das suas crias!

Eu respeito a maneira de ser deles, talvez por isso, a maioria das vezes prefira não estar presente. Cada um sabe como se sente bem.

Quero evitar chatices... um dia uma pessoa enche e diz o que pensa!

Depois dizem que não gostamos de conviver. Nós gostamos de conviver, mas com pessoas que nos  deem oportunidade para isso!

Seremos demasiado exigentes?

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D