Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

24
Abr19

Depois dizem que não gostamos de conviver...

kamini

Época da Páscoa, a família de longe junta-se. Reuniões familiares. O convívio, passeios, almoços e jantares. Até aqui, tudo normal.

O que, para mim, não é normal é...haver quem ache que, por estar com outras pessoas, não precisa de cuidar dos filhos! Os tios, os primos e os avós que os controlem!

Enquanto a pequena não nasceu, os irmãos já não davam muita preocupação, confesso que não me incomodava  andar de olho neles... Mas será que ninguém reparou que agora temos outras prioridades?! Assim, do género...cuidar da minha filha de dois anos. Que ainda por cima requer alguns cuidados acrescidos! A miúda está finalmente a desenvolver-se, há cuidados a ter para que assim continue! Tem tempo de apanhar a bicharada que tiver que apanhar, não somos obcecados! Mas dispensamos mãos e objetos com ranhoca e outras cenas a aterrar no prato da miúda...dizemos calmamente à criança para se afastar um bocadinho enquanto estamos a dar comida à prima. Sugerimos que vá lavar as mãos, etc,...Principalmente depois de saber que o miúdo anda com lombrigas! Os pais, fazem-se de surdos, continuam refastelados a "conviver" com a comida e a bebida! Porque, afinal nós não conseguimos conviver. Passamos o tempo a tentar proteger a nossa filha dos disparates. A tentar controlar os filhos dos outros e a cuidar deles. Nós gostamos deles, eles não têm culpa!

Ainda me apercebo que nos acham a nós "esquisitos". Devemos ser, nunca deixámos de cuidar dos nossos filhos em prol da diversão e do "convívio".

Se nos acham demasiado protetores com a pequena, claro que sim! Só nós sabemos o que passamos. Cada um faz o melhor que sabe e acha correto...Não lhes cabe a eles julgar, só deveriam tentar respeitar. E se não for pedir demasiado...de vez em quando, cuidar das suas crias!

Eu respeito a maneira de ser deles, talvez por isso, a maioria das vezes prefira não estar presente. Cada um sabe como se sente bem.

Quero evitar chatices... um dia uma pessoa enche e diz o que pensa!

Depois dizem que não gostamos de conviver. Nós gostamos de conviver, mas com pessoas que nos  deem oportunidade para isso!

Seremos demasiado exigentes?

04
Abr19

Os óculos...

kamini

Esperámos 3 dias pelos óculos da pitosguinha. Vieram de fábrica, para ajustar as lentes à armação. Se assim não fosse, as lentes, seriam ainda mais grossas e pesadas. O importante é que sejam o mais confortáveis possível.

Espreitámos por eles, não conseguimos ver nada, tudo desfocado... Foi um choque ainda maior.

Como seria de prever, não os deixava colocar, arrancava-os da cara com toda a rapidez. 

Depois de várias tentativas falhadas. Agarrei-lhe as mãos e o pai lá lhe conseguiu enfiar os óculos. Chorou. Gritou. Sempre com os olhos fechados!

O caso estava complicado, ela não colaborava. Eu e o pai em stresse. Cancelamos a missão. Descansamos uns minutos e fomos buscar o ipad. Repetimos tudo. Para ela abrir os olhos, metemos a Xana Tóc Tóc a cantar à sua frente. Não resistiu. Abriu os olhos, com algum esforço e receio. Ficou encantada a olhar para tudo, parecia a primeira vez...e era a primeira vez que via assim...

Foi inexplicável, o que sentimos, quando nos olhou nos olhos...pela primeira vez!??

Sorriu como nunca a tínhamos visto sorrir.

Anda mais atenta a tudo, tão feliz por conseguir ver melhor o mundo!

28
Mar19

...minha pitosguinha!

kamini

Não queria acreditar, mas talvez ajude a explicar algumas coisas...

Sempre a cair, a bater com a cabeça, sem confiança para andar sózinha...

Fui com a pequena a uma consulta de oftalmologia...supostamente para avaliar a evolução em relação ao ano anterior. Tinha percebido que havia alguma coisa, mas a médica tinha dado a entender que ainda era cedo para tirar conclusões. Com a idade melhorava. Nada de preocupante...

Só que não...Não melhorou nada! Vim de lá incrédula. Se imaginasse, nunca teria esperado um ano...

Foi um exame difícil de realizar, entre gritos, choro e pontapés. A pequena e eu, estávamos KO.

Eu estava imensamente triste e preocupada. Óculos tão graduados, nesta idade, a adaptação. A culpa de não ter feito nada, ter confiado na médica. Por outro lado, questionava-me, será que isto ainda atrasou mais o desenvolvimento da miúda? É muito provável.

Tenho que aceitar o que é...e acreditar que agora tudo vai melhorar!

Mais um desafio... minha pitosguinha! 

11
Fev19

Um Ladrar...que mete respeito!

kamini

Já tinha anoitecido. O Marido, ainda andava lá fora!

Cá dentro, ouviu-se um ladrar. Daqueles que mete respeito...

É lá, está lá fora um cão grande.

Ouvi o Homem falar para o animal e corri para a porta, queria ver que cão era!

A filha crescida veio atrás de mim, também adora animais. O mais velho, segui-nos até à porta. Disse-me. Não abras a porta! Olhamos uma para a outra a rir. Disse-mos-lhe para não ter medo, que o cão não estava à entrada da porta. Ele disse que não estava com medo. Que só não queria que assustássemos o bicho! Foi uma boa desculpa...

Disse-lhe para tomar conta da pequena e saímos para ver o cão. Era enorme! Lindo! Estava um pouco assustado, tinha coleira e estava bem tratado. Parecia ter fugido. Tentámos orienta-lo de volta a casa. Visitou-nos e acabou por seguir caminho.

Voltei mais tarde à rua, para ver se ainda andaria por ali perdido. A filha queria adota-lo, o filho queria-o longe. Não havia sinais dele. Dizem que sabem voltar a casa, espero que a tenha encontrado e esteja em segurança.

 

31
Jan19

Eu já tive aquela atitude...

kamini

Acordei e deixei-me ficar num estado de preguicite aguada...à espera que a pequena desse sinais de acordar. Fui sobressaltada, por gritos desesperados vindos da rua. Aflita, lembrei-me que estava a chover e recordei o dia em que a minha filha escorregou e caiu na rampa. Mas o som parecia vir da estrada, mais receosa fiquei! Receosa com o que pudesse ver, abri a persiana da varanda do meu quarto. Vi um carro encostado, com a porta de trás aberta, uma mulher e uma menina de 3 ou 4 anos. A menina chorava desesperadamente. A mãe dizia-lhe que se não se calasse, a deixava ali na berma da estrada! Não há como uma boa birra matinal, para por uma mãe desesperada. Eu, aliviada por não ser nenhuma tragédia, sorri! Dei meia volta, a pensar que também eu já tive aquela atitude ! Sim, há anos, cheguei a encostar o carro e fazer esta ameaça! No meu caso até resultou, julguem-me lá agora...

 

19
Jan19

A tratá-lo como amigo!

kamini

As lides da casa são uma aventura, quando a pequena anda por perto!

Gosta de fazer do aspirador cavalo... trepa e agarra-se ao tubo. Agita-o vigorosamente. Como quem domina as rédeas do animal...toda satisfeita, agarrada a ele!

Espero que continues a trata-lo como amigo. Que, com o tempo, não passes a ignora-lo e a fugir dele a sete pés...como fazem os manos!

18
Dez18

Aos esquisitos...tudo calha!

kamini

Eu sei que não é muito saudável...mas adoramos bacalhau com natas!

Já o fiz o mais saudável possível...mas não é a mesma coisa!

Então quando é...é!

Estava eu de volta do bacalhau.

O rapaz de volta de mim a dizer: "Tira bem as espinhas! " "Sabes que gosto de comer descansado".

Eu a pensar com os meus botões. Quando te cheira...nem queres mastigar! É só engolir!

Continuei a tarefa.

Chegou a hora. Todos à mesa. Tudo a saborear...

Ele..."Será possível que não posso comer descansado? ". Apareceu uma espinha... outra...e outra!

No final...só ele apanhou espinhas. Várias!

Ninguém mais foi contemplado!

 

Lembrei-me de uma expressão da minha avó  "Aos esquisitos...tudo calha". 

 

 

 

 

23
Nov18

Fica comigo...

kamini

Estava a adormecer a pequena. Aquela mãozinha linda...a agarrar-me. A dizer-me para ficar!

Fez-me recordar...quando eu não queria dormir a sesta. Acabava por ceder, com a condição da minha avózinha ficar comigo. 

Ficas comigo avó. Mas não vais embora. Está bem? 

Agarrava-me a ela, que nem um carrapato! Até o sono levar a melhor.

Obrigada querida avó! Por toda a paciência...por tanto amor! Por, apesar de já cá não estares, me encheres os dias de tão boas recordações!

19
Nov18

Será falta de tempero?

kamini

Numa noite complicada...em que a pequena deu luta!

Mas nem por isso acordou mais tarde.

Levantei-me para lhe ir aquecer o leite.

O tico e o teco estavam incrédulos e queriam continuar a dormir.

Fui direita ao frigorífico para buscar o leite, como é habitual...poisei-o na banca para o ir aquecer. Agarrei no pacote para começar a despejar...

Estranhei a embalagem...olhei e...não era leite! 

Era um pacote de vinho branco. Que uso ocasionalmente para temperar!

Voltei ao frigorífico e fiz a troca a tempo...

Mas sei lá...será que a pequena não dormiu bem por falta de tempero?

Isto está bonito...

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D