Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

25
Set19

Ainda não se conformou...nem eu!

kamini

Noites difíceis...

Agora, também, manhãs difíceis...

Toda a semana a recusar o pequeno almoço. Ofereço o que mais gosta...mas não! Nada! Nem uma gota de água!

 Deve pensar "Já que me vais lá deixar. Que te pese na consciência abandonar a tua filha. Ainda por cima, cheia de fome!" 

Vai para a creche em modo "greve de fome". Fica a chorar, sempre! Eu venho um caco, sempre!

Lá, come!

Dizem que, esta semana, tem estado mais tristinha. Ainda não se conformou...nem eu!

Quando a vou buscar, volta a alegria!

25
Set19

"Mamã! Contigo aqui é que eu ia gostar..."

kamini

Quando a vou buscar à creche, gosto de ficar a observar, antes que me veja.

Não tem estado a chorar. Assim que me vê...começa a chorar e vem a meu encontro. Tipo trator, por cima de tudo...

Miminhos para aqui...conversa para  saber como correu o dia...      

Não tem pressa nenhuma para vir embora. Agarra-me a mão e quer voltar para a sala. 

Só falta dizer "Mamã! Contigo aqui é que eu ia gostar..."

19
Set19

Apetece-me ceder...acabar com esta tortura!

kamini

Vamos na terceira semana. Já se notam grandes melhorias no comportamento, quando regressa a casa. Voltou a ser descontraída e bem disposta...o que me tem dado forças para persistir! Até a notamos mais sociável...já não vira a cara e tapa os ouvidos tão frequentemente, quando alguém fora do núcleo familiar interage com ela!

Confesso que..o mais difícil são as noites! Adormece-la não tem sido problema, anda mais cansada. Mas continua a acordar aos gritos. Gritos difíceis de calar...dou miminhos, falo com ela, canto, desespero...e nada a acalma. Do nada...acaba por se calar. Para recomeçar pouco depois. Várias e dolorosas vezes! Por vezes, tenho dúvidas se está acordada ou a dormir...

Tenho aguardado que melhore...sei que é uma fase complicada para ela. Precisa de tempo. Tenho-me dedicado a ela ao máximo...para que perceba que não foi um abandono. Começo a sentir-me demasiado cansada. Preciso dormir um par de horas seguidas...por favor!

Apetece-me ceder...acabar com esta tortura! Mas, nesta fase, seria contraproducente. Seria iludir...para pouco depois a voltar a dececionar...

 

 

 

 

 

16
Set19

Mas faz questão que percebam que está contrariada!

kamini

Eu sabia que iria ser complicado... Há quase 2 anos e meio sempre juntas...

Vai até lá pelo próprio pé. À porta, agarra-me a perna. Fica sempre, a chorar.

Quando a vou buscar, assim que me vê, começa a chorar e passa por cima de tudo até me alcançar.

Já lá vão 2 semanas de...

Noites mal dormidas. Passa as noites a acordar em sobressalto

Irritabilidade: Dela e minha! Estamos as duas em stresse...

Angústia e Culpabilidade: Minha! Deve pensar que a abandonei...Agora é que é mesmo mãe para tudo... mal me vê é tipo carrapato, já não desgruda! 

Preferir não comer a aceitar alguma coisa delas na creche! Tem cá um feitiozinho...aos poucos, parece começar a ceder. Lá se distrai e aceita, tal deve ser a larica!

Nada de dar confiança a ninguém! Está lá. Mas faz questão que percebam que está contrariada!

 

 

 

 

13
Ago19

Ela e a gata!

kamini

Tem sido uma aventura, aqui em casa...

A miúda não larga a gata, persegue-a para todo o lado. Ou, pelo menos, tenta! Explico-lhe que não é um brinquedo. Devagarinho, a gata é bebe... Nunca a tinha visto assim, debaixo da mesa, das cadeiras... A tentar apanha-la para lhe fazer festinhas! Festas que precisam ser bem vigiadas e controladas! De repente parece que cresceu, que está mais autónoma e desenrascada. Na verdade, eu é que passei a ter dois bebés em casa e a atenção deixou de se centrar apenas nela...

Curiosamente, voltou a ligar um pouco aos brinquedos! Percebeu que mais alguém tem interesse no que é dela! Ainda assim, a gata brinca mais com eles do que ela!

 

24
Jun19

"Toma lá uma beijoca e cala-te!"

kamini

"Anda, deita aqui ao pé da mãe!"

Era um levanta e deita, há dias assim! Muita volta até adormecer...

A paciência começa a faltar, neste adormecer difícil e irrequieto.

Ralho com ela "Ai a menina, levas tau tau!

Nisto, voltou ao pé de mim e deu-me o beijo mais doce e inesperado! O primeiro em que encostou aquela doçura de boquinha na minha face! 

A espertinha, arranjou, assim, maneira de me derreter toda...e conseguiu que tivesse paciência para mais um bocadinho de "luta"que me soube a mel!

Foi só mesmo para me calar...ainda não voltou a dar beijos, só manda beijinhos!

"Toma lá uma beijoca e cala-te!"

21
Jun19

Se o aperto crescer...nada me vai impedir de dizer Não!

kamini

Chegou aquela altura do ano ... vai para a creche em setembro?

No ano passado ligaram da creche, a miúda tinha vaga. Fomos até lá, para tratar da papelada. Eu, estava pouco convicta...A meio da reunião com a educadora, pedi desculpa e disse que ainda não era a hora. Mal o fiz, o aperto que estava a sentir no peito, começou a desaparecer!

Nenhuma de nós estava preparada!

Passado um ano, aqui estamos nós...

Recebemos o telefonema. Fomos até lá...e tratámos de tudo! Ela, no início, desviava o olhar da educadora. Fizemos uma visita pelas instalações. Quando viemos embora, já andava de mão dada com ela e não parecia nada contrariada, estava a gostar! Não estávamos a contar com isso, espero que seja um bom presságio! É provável que seja apenas do fator "novidade".

Ainda temos algum tempo para nos preparar. Irá ser uma entrada progressiva, conforme a adaptação. Sinto um pequeno aperto no coração, a nível social sei que é importante...está muito mimada, é só mãe! Mas, por motivos de saúde, sempre foi muito protegida contra tudo que são vírus e bactérias...Agora será o que Deus quiser! Já meteu na boca uns frutos de brincar bem "manipulados"! Agora é rezar para que as "digestões" sejam saudáveis!

Sei perfeitamente que algum dia tem que passar por esta fase, apanhar o que tiver que apanhar! Perceber que o mundo é muito mais  que a família cá de casa, mas quero que saiba que estou aqui! Estamos aqui!

Pronto, já estou a chorar! Nem pareço mãe de terceira viagem...

Ainda há muitos "SE´S", mas de um tenho a certeza ...Se o aperto crescer...nada me vai impedir de dizer Não!

 

18
Jun19

...ainda é só "Gata"!

kamini

Pois, eu avisei que sentiria comichões... há dias que estou assim...

A gata estava cheia de pulgas...agora não encontro nenhuma...mas é melhor continuar a caça!

Aspira daqui, lava dali...um frenesim...

Também tinha os olhos baços...agora já não!

Fome, muita fome...

Já foi desparasitada internamente. E nós também!

Deve ter saudades da mãe e da irmã...às vezes mia muito! Mas menos cada dia...

Espero que esteja bem, parece mais saudável!

Está difícil chegar a um nome que agrade a todos...estamos em negociações...

Por enquanto, ainda é só "Gata"! 

 

14
Jun19

E é isto... a loucura cá em casa...

kamini

Animais de estimação dentro de casa...Não! 

Já passaram alguns aqui por casa...cães e gatos que viviam da parte de fora da porta. Os miúdos fizeram várias tentativas para os trazer para dentro...mas não!

Se cresci com eles em casa...Sim! Mas, com o tempo, fiquei esquisita com as limpezas e só a ideia de ter animais a coabitar o mesmo espaço...Nem pensar nisso...faz-me comichões!

A filha mais velha adora animais e volta e meia tenta a sua sorte...Com o nascimento da irmã, o tempo para essas aventuras, foi drasticamente reduzido...Dissemos sempre " se queres um animal, é tua inteira responsabilidade" " É uma coisa muito séria, não se desliga quando não temos tempo ou paciência..." Teve medo, muito medo...e nunca assumiu esse compromisso.

A miúda mais pequena já começa a estar crescida, gostamos que ela veja e contacte com os animais...até que, num quintal de uns familiares:

viu..

interagiu...

voltou a ver...

a mexer...

a carregar nos olhos...( devagarinho!)

a acariciar de baixo do pescoço...

a rodar a cabeça para se verem nos olhos...

Para tudo! Elas estão a criar laços? Não...A gatinha ainda é muito pequena (a irmã era o dobro dela!)

Começa o pai: " Gostas da gatinha?" "devagarinho, só festinhas de gato!"

Eu: "Ela está encantada..." "Tão fofas..."

Familiar: "Leva a outra, essa é enfezada..."

Nós: " Não, nem pensar!" e a pensar que até faria bem à miúda...e à pobre enfezadinha...

Viemos embora. Passamos no parque com a pequena. 

Eu: "Ela gostou da gata"

Pai: " Pois" "E nas férias?"

Eu: "Vê se aceitam animais". Ele foi ver e disse que sim...

Pai: " Dava cabo dos sofás..." Lembrei-o que estão velhos, quase a precisar de remendos...(andamos há algum tempo a pensar comprar uns novos, mas com a miúda pequena achamos que não seria a melhor altura para investir nisso)

Não...

Saímos do parque, para regressar a casa. Diz o pai: "Como é? Vamos buscar a gata ou não?" 

...

A miúda mais velha entrou no carro. Olhou para mim e viu um gato enroscado no colo.

Disse: "Eu não acredito! O que é que se passou com vocês?" " Vocês estão bem ?"

E é isto... a loucura cá em casa...tenho uma gata dentro de casa!

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D