Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Achintya

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Porque há coisas que não se explicam, sentem-se intensamente

Achintya

14
Fev18

Feliz Dia...com ou sem os filhos!

kamini

Confesso que não dou grande importância a esta data. Mesmo assim...é sempre bom um motivo para celebrar!

Um jantar especial...com os filhos! Sim, é verdade, mesmo quando jantamos fora de casa! Afinal fazem parte da história...e nós gostamos assim. É aproveitar, até começarem Eles a fazer jantares comemorativos da data.

Este ano jantámos em casa...celebrámos, pela primeira vez, a cinco!

 

 

12
Fev18

Ficou combinado..

kamini

Desde o dia em que ele lhe enviara o bilhete, a dizer que a gostava de conhecer melhor, o batimento do seu coração jamais retomou o seu ritmo. Houve troca de bilhetes...de olhares! Ele começou a aparecer à porta da escola, os dois pareciam estar a jogar ao "gato e ao rato". Durante uns dias, o nervosismo e a timidez, camuflaram qualquer tentativa corajosa de proximidade. Trocavam recados, através do amigo em comum...até ao dia em que Ela estava a sair da escola e Ele se aproxima. Trocaram um cumprimento desajeitado, Ele estendeu-lhe um bilhete. Ela ficou atrapalhada, corou e agarrou no papel. Disse que estava com pressa, não podia perder o autocarro e despediu-se.  Apesar de ter sido uma forma de disfarçar o seu nervosismo e dar um ar de "difícil", a verdade é que não se podia permitir chegar a casa tarde. Quando sentiu que Ele já não a podia observar, correu até à paragem do autocarro, a palpitar de ansiedade leu aquelas palavras " Gostava muito de falar contigo, podemos marcar um lanche?". Queria dizer-lhe que sim, mas o seu pensamento era "Mas como?  Depois das aulas não posso!". Ela chegou a casa à hora prevista, embora alheia a qualquer realidade. Estava decidida a arranjar maneira de se encontrarem. Acordou com entusiasmo, lembrou-se que a oportunidade era o furo de sexta-feira à tarde. Sabia que teria que ser um encontro rápido, o que até seria bom, se Ele concordasse. Escreveu-lhe e aguardou ansiosa, em todos os intervalos, que Ele aparecesse. Pensou, várias vezes, que estava a ser gozada, que Ele não ia aparecer...só estava a gozar com Ela! No final da tarde, lá estava ele. Entregou-lhe o bilhete e seguiu o seu caminho, desta vez mais lentamente. "Está combinado, estou aqui a essa hora!" gritou-lhe Ele.

 

 

 

09
Fev18

Aprender a escolher o mais difícil

kamini

 

Esta semana, estive como o tempo...

Dias de um sol brilhante mas...que não conseguimos usufruir na verdadeira essência...o vento teima em fazer-se sentir...resigna-nos ao frio deste inverno. 

Como é fácil culpar o "tempo"...difícil é assumir que continuo tão vulnerável a tudo...que iniciei há poucos anos um caminho que me tem permitido crescer espiritualmente...mas do qual ainda escorrego com uma facilidade assustadora! Ainda estremeço a cada impacto mais profundo...vou com os joelhos ao chão, esfolo as mãos! Aprendi apenas, ainda..., a reerguer-me mais facilmente. A tentar observar os acontecimentos, apenas como expectador, não como participante da ação. A não valorizar tanto o "impacto", a própria "derrapagem"...a procurar a força onde não sabia que estava...a sentir e perceber que ela lá está...existe...que me cabe a mim escolher procura-la.  Decidir pelo mais difícil, não ficar no chão, com a pouca força que sentimos nessas alturas, aproveitar um segundo de coragem e decidir levantar-me. Não porque me apeteça, mas porque é preciso, ficar assim é um egoísmo...afeta-me a mim e a toda a família...

 

Quero continuar a aprender... a saber escolher, a não desistir de ter fé, a aceitar o que não posso mudar e ter a sabedoria necessária para lidar com o que a vida me dá...! Eu sei...é muito difícil !!!

08
Fev18

Não quero, nem posso... deixá-la chorar!

kamini

 

 

Acordou aos gritos a meio da sesta, acontece frequentemente

Como sempre, corri para o quarto, peguei-lhe ao colo e embalei-a no meu peito.

Enquanto lhe beijava a cabeça, massajava a barriga.

Desta vez não parecia ser cólicas...acalmou facilmente com os miminhos.

Enquanto a mimava, pensava se estes acordares sobressaltados não serão...ainda...fruto das noites traumáticas que, forçosamente, viveu sem mim. 

A cirurgia foi exigente...os dias foram dolorosos, mas cheios de amor.

As noites que nos privaram de contacto, além de difíceis... traumatizantes!

Regressou a casa com um gritar assustador...desesperado!

Poucos dias depois...acalmou com a rotina que lhe tinha sido tirada.

As noites...o sono...nunca ficou igual!

Poderá ser da barriga, das cólicas...ou poderá ser o acordar em sobressalto de uma experiência traumatizante...

Os meses passaram...mas os traumas...talvez...ainda cá estejam!

Não quero...não posso...não consigo deixa-la chorar!

Quero enche-la de mimos...enquanto me deixa agarra-la bem junto ao meu coração.

 

 

07
Fev18

Reclama porque está de castigo e porque não está...!

kamini

 

No final do jantar, ainda à mesa, depois de perguntar (muitas vezes) pelo resultado do teste de FQ. Soltam-se as lágrimas e ouviu-se "9", parecia saído do fundo do poço... 

Percebemos que ela estava completamente  desapontada, depois de trocar um olhar com o pai, disse-lhe: "Não desanimes, tens que continuar a tentar, o próximo vai correr melhor." O pai também a tentou animar.

Desde o início do período, para evitar mais distrações, durante a semana, tem o telemóvel com todas as aplicações bloqueadas...ao princípio foi um drama...depois percebeu que se distraia constantemente com mensagens e que assim era melhor...até  levantar as notas!

Levantou-se da mesa e disse:" A sério? Não vão fazer nada? Só dizem isso? Parece que      já estão tão habituados a que tenha más notas que já nem se importam...! "

Ficámos incrédulos...Afinal...quer mais castigo?  Não lhe chega a nota e os que já tem?

06
Fev18

Um sonho...

kamini

 Ultimamente não tenho dormido o suficiente para sonhar, pelo menos se o faço, não me lembro ...

 Acordei no meio de um sonho...estava a sonhar com uma amiga que não vejo há anos...talvez uns dezasseis? A vida, simplesmente, seguiu caminhos diferentes.

Soube há uns dois anos, pelo facebook de outra pessoa que ela tinha uma clínica de estética. Fiquei feliz, por ela, após um divórcio, parecia feliz com a filha.

No sonho encontrámo-nos, perdemos-no num abraço forte...perguntei-lhe como estava...da clínica...queria contar-lhe de mim, que tinha voltado a ser mãe! Tínhamos anos de atraso em conversas.Tive que escolher entre Ele e o negócio, disse-me. As lágrimas libertaram-se dos seus olhos...voltou a abraçar-me...pronta para me contar o que a atormentava.

Acordei...queria ouvir o que me queria dizer...estranho sonhar com ela...precisará de ajuda?

Nas redes sociais, fui à procura da dita clínica, percebi que provavelmente já não existe...tudo parado há meses, sem publicações... Espero que esteja tudo bem!

Andei todo o dia a pensar nisto...tenho que procurar um contacto...uma forma de nos reencontrarmos!

 

01
Fev18

O primeiro pensamento... vem do coração?!

kamini

 

O que é que acontece às pessoas que até ouvem o seu coração, mas continuam a fazer o que a cabeça diz?

Batem com a cabeça! Tão EU!

Ontem, alguém me disse que "O primeiro pensamento ou impulso que temos vem do coração". Tudo o que é feito com amor, é o correto, está bem feito! Parece simples...mas...depois vem a nossa cabeça argumentar com a "suposta" lógica, o consuetudinário...com o racional! 

O primeiro pensamento, se vem do coração... é genuíno, de amor, mesmo que pareça não fazer sentido. Porque é que nem sempre lhe consigo dar a atenção devida? Será por ser diferente do que seria suposto ser o correto? Por nos querer tirar da nossa zona de conforto? Dar mais trabalho?... Ficamos na dúvida mas...acabamos, simplesmente, por decidir seguir, sem lhe dar ouvidos!  

Reparo que, quando não sigo o coração, acabo quase sempre por ter que voltar atrás...as coisas, simplesmente, não funcionam bem! 

A verdade é que já deveria ter aprendido a ouvir-me, pouparia tempo e sofrimento!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D